sábado, 28 de maio de 2011

Europa, Here I Come!

Bom, como eu contei antes, estava trabalhando num navio em Los Angeles e fui transferido pra fazer o restinho da temporada brasileira num navio aqui em Santos. Pensei comigo que eles iriam me desembarcar antes do navio ser reposicionado pra Europa. Que eu iria sair no Brasil ainda.

E não é que eles me falam que eu fico até o primeiro porto europeu – em Tenerife, na Espanha. Eu disse “O queee???? Eu vou ficar 6 dias consecutivos no mar pra depois pegar um vôo sujo de 10 horas de volta pro Brasil direto?????? Nuncaaa! Já que estou na Europa, vou tirar pelo menos umas 3 semanas por aqui”. Porém, a cia não queria mudar a data da minha passagem, que já estava comprada. Ou seja, teria que eu mesmo ir até o balcão da cia, no aeroporto, e mudar por mim mesmo.

O navio chega em Tenerife. Saio do navio para ir pro aeroporto. Vem comigo dois engenheiros maravilhosos que também estavam desembarcando: um sueco e um croata de, pelo menos 2 metros de altura – sério! A cabeça dele fica a um centimetro do teto no navio e ele mal cabia no taxi! Bafoooo! Fomos nos três lindamente no taxi!

Chegamos no aeroporto e já corro pra loja da Iberia me informar sobre o basfond. O boy croata me fala que vai ficar ali fora fumando e já volta – achei um luxo ele pensar que tem que me dar satisfações!

Eu tinha um vôo de Tenerife pra São Paulo com conexão em Madri. Daí eu descubro que não posso mudar a minha passagem de Tenerife pra Madri. Mas que poderia mudar de Madri para São Paulo – só teria que comprar uma outra passagem separada pra sair de Tenerife. Achei bafo!! Chorei e já fui me informar sobre quanto custava a passagem: 140 euros! Linda!!! Sai correndo que nem um louco pelo aeroporto pra trocar dinheiro! Porque tinha um vôo saindo em 20 minutos! Drama, drama, drama!

Troco 500 dólares e volto na Iberia, troco a minha passagem e a mapoa me emite um bilhete novo para 5 de maio de Madri pra São Paulo. Daí ela pega o meu flight plan emitido pela minha companhia e fala “ isso aqui agora é inútil!”. E amassa o papel e joga no lixo como se fosse uma cartinha suuuujaaaa! Achei poder e glória!

Depois vou em outra companhia aérea, porque Iberia tava metendo a faca e compro uma passagem suja pra Madri. Saio correndo lindamente pelo aeroporto sem ao menos me despedir dos boys engenheiros! Não havia tempo!

MADRID!!!

Chego em Madrid, desço, pego a minha mala e cadê a imigração Brasil???? E a receita federal???? Você sai do terminal de embarque direto pra porta da saída! Em 15 minutos eu tava lindamente dentro do metrô de mala e cuia!

Já estava ficando tarde e resolvo ir no hotel management do aeroporto e reservar um quarto... porque eu não sou obrigado a ficar no aeroporto o tempo todo... Estava pensando em ir pra Paris... mas estava muito tarde.. não queria chegar de madrugada... daí cheguei e falei "me vê o seu hotel mais barato"... Já que eu só queria um lugar pra passar a noite! Paguei 50 euros lindamente e eu imaginando que era um mukifo...

Porém, para a minha surpresa, o hotel fica na avenida do Museu do Prado... no segundo andar de um edifício antiguíssimo restaurado!! No quarteirão aonde tem uma loja Rolex! Com um monte de prédios e praças lindas ao redor...Morryyy!!! Só não tirei foto na hora porque tava de note!

Detalhe que o boy do aeroporto que bookou o hotel pra mim olhou pra minha cara, viu o glam e me colocou num hotel em uma área gay. Eu não sabia! Sai do hotel super com cara de sonso procurando um lugar pra comer e pergunto pra mapoa que trabalha no restaurante aonde tinha clubs legais... e ela me explica de todo o babado gay e eu saio pra dar close... como era uma quarta de noite, tava meio parado... mas nem entrei em lugar nenhum porque eu nem tava montado... nem nada... não estava muito bem vestido... nem esperava encontrar todo esse bafo.

Voltei pro hotel, dormi, amanheceu e fui explorar as imediações. Tomei café da manhã numa padariazinha suuuuja em Madri.. E, depois do café, dou dois passos e me deparo com o Starbucks e me mato de raiva de não ter visto-o primeiro... Dou mais dois passos e encontro a Zara (tava fechada porque eram 9 da manhã e só abriria às 10); dou mais dois passos e outro Starbucks, mais três passos e a Benneton, mais quatro passos e a Fnac, outro passo e a Desigual, outro e a H&M, mais um Starbucks! Morri demais e fiquei ansioso pra voltar. Mas não tinha tempo porque tinha que comprar minha passagem pra Paris.

PS> como tem homem lindo em Madrid, meu deuuuussssssss!! Chorey demaissssssssss!!!!

E me aguardem porque isso não é um babado! É uma colcha de retalhos gigante!!

4 comentários:

  1. OOi
    Adorei o Blog
    Stou seguidoo
    Me Segue Pleaseee
    *---*

    ResponderExcluir
  2. Conta tudooooooooooo, Madrid é bafo né bee? amei demais!

    ResponderExcluir