sexta-feira, 24 de setembro de 2010

O Resumo Da Ópera! (Parte 1 de 7)

Bom, vou começar esta nova fase do meu blog relatando os momentos mais marcantes nos últimos dois meses: desde festas loucas e indecentes na cabine até ameaças de bomba…


Os relatos abaixo, na verdade, são uma antologia de emails que eu mandei pro meu melhor amigo e os quais eu repasso aqui. Por isso, vou fazer que nem em "O Diário de Anne Frank" e arrasar com uma amiga imaginária chamada Kitty. Assim, não preciso alterar muito a prosa. Essas séries de cartas estão divididas em vinte capítulos - alguns ben curtinhos, outros bem longos, resultando, ao todo, em sete posts, que eu irei publicar aos poucos.


Querida Kitty,


Estou escrevendo esta carta para relatar os meus primeiros dias nesse babado de navio!! Tentarei ser o mais preciso possível.


Capítulo 1 - Vôo suuuujo de Guarulhos para o Panamá


Vou linda pegar meu vôo (pela Copa Air Lines) e descubro que estou na última fila do avião - de frente pro banheiro! Ninguuéeeem merece!!! Já arrasei com a Nina, meu iPod, e tentei cometer suicídio segurando minha respiração - mas não fui bem sucedido! 6 horas, 2 refeições suuujas e 3 álbums do Massive Attack depois, estava no Panamá! Chorei com o aeroporto de lá! Super tendência! Parece um shopping! Arrasei no sanduíche Subway Vegetarian Delights - que foi feito por uma bixinha com a sobracelha feitíiiisssimaaaaaaaaaaaaaa!!! Achei elegante!


Capítulo 2 - Vôo afrooooooonte do Panamá pra LA


No vôo para LA, aconteceu o contrário do outro vôo - sentei na primeira fileira e tinha 1 metro de espaço na minha frente. Dava pra cruzar as pernas e o avião decolou comigo de perninhas cruzadas - porque eu não sou obrigado! Outro detalhe é que, na fila, tinha um boy afronnnnteee - lindinho, branquinho, de olho verde, uns 21 aninhos. Com o cabelo castanho com franjinha, sabe? Fooffíiisssimo. E ele tava de camiseta polo preta, sem hand luggage, bermudão preto e tênis Adidas preto também! Toda uma linha skatista (adoro!). E ele me tira o boarding pass do bolso, todo amassado, como se fosse um bilhete de metrô! Minha visão de lince detecta, no bilhete, que o acento dele é ao lado do meu!


A gente realmente sentou lado-a-lado, porém, separados pelo corredor. Mas ele botou o fone de ouvido e estava meio difícil puxar assunto... nem confianca! Coloquei meu iPod pra tocar e bobagem... mas, na hora final do vôo, ele tira o fone e comeca a conversar em espanhol com a passageira do lado dele. Eu, no truque, peço pra ele a hora exata de LA no meu mais puríssimo portunhol... mas a conversa não anda! Tento puxar mais assunto, mas não rola muita coisa!


Capítulo 3 - Welcome do LA!


O avião chega e é a hora da imigração! Detalhe que eu estava com uma cópia da carta de embarque da empresa. Não era a original! E este era o único documento que comprovava que eu estava nos USA a trabalho! Já imaginei mil cenários na minha cabeça! Já estava antecipando que ia ficar num escritório cheio daquele povo com cara de terrorista por pelo menos umas 2 horas até comprovarem a veracidade da carta. Chego no guichê, o agente olha pra minha cara, pede pra eu colocar a impressão digital, carimba meu passaporte e fala "OK! You're done!" FIQUEI EM CHOQUE!! Achei chic! Não fiquei nem 5 minutos na imigração.


Ainda não tinha nem começado a descarregar as malas. E quem eu vejo esperando pelas bagagens? O boy skatista! E quem vem em minha direção puxar assunto com um sorriso mais lindo que eu já havia visto na minha vida?? O próprio! Detalhe que eu tava pensando que ele era do Panamá! Mas ele era dos USA mesmo... E quando eu falo que entendo melhor inglês do que espanhol, ele aperta a tecla SAP e arrasa com o americaníssimo sotaque nativo!! Fiquei em choque! Porque o espanhol dele era ótimo! Sem nenhum sotaque americano!!!


Daí eu penso: "Arrasa! Vai demorar horrores pra vir minha mala e eu vou ficar aqui falando com o boy!" Então, as malas começam a ser descarregadas e a minha é a SEGUNDA a sair!! Fiquei passado! Sempre quando eu viajo, fico esperando horas pela minha mala, mas, quando eu quero ficar lá esperando pra poder conversar com um boy, a minha mala vem rapídissimo! E, como eu não queria arriscar deixar a minha mala rodando na esteira (porque já era meia noite na hora local), tive que me despedir do boy, pegar a mala rapidinho e voar. Foi uóooo!


Nesse meio tempo, um outro cara estava ouvindo a nossa conversa e fala que também estava indo trabalhar no mesmo navio que eu e que estava indo pro mesmo hotel (tudo isso num espanhol venezuelano uooh). E eu, no maior desinteresse "ah, que bom pra você, tchau!" - toda uma linha anti-social, porque eu queria ir embora logo. Mas ele insistiu que eu o esperasse pra irmos juntos. E ele ainda tinha que esperar a mala dele sair. PQP!!! Eu queria ir embora logo pro hotel dormir kiereeeeeeeeeeelhooo!!! E o boy lindíssimo eu já tinha perdido de vista, ou seja: mesmo com a minha mala sendo a segunda a sair, eu tive que ficar plantado na coleta de bagagens - e sem nenhum boy afronte pra ficar comigo e ajudar a passar o tempo!


Daí fomos pro hotel e a racha da recepção fala que eu vou dividir meu quaarto com um outro crewmember! Como assim, Brasil??? Não sou obrigado! Chego no meu quarto e não tem ninguém! Tomo banho, durmo e ninguém aparece!!! Achei chic!!! Fiquei no quarto sozinho e, no dia seguinte, vou tomar café e só tem Filipino e Indiano… traduzindo… só tripulante naquele lugar!


Boto meu Ray-Ban da série Active Lifestyle na cara, meu iPod no bolso, meu fone Technics na orelha, prendo a respiração na hora que começa a subir o fedor dos indianos que nunca viram um chuveiro na vida e entro no ônibus que me levaria até o navio - ao som do puríssimo techno minimalista alemão!


Por hoje é só, Kitty! E isso ainda nem é o começo de tudo que eu tenho pra contar!


Beijos


Di

4 comentários:

  1. Buaaaaaaa...
    eu queria que as cartas fossem para mim.... quem é essa cretina de Kitty ???!!!
    Odiei ..
    mas amei as histórias !!! Não vejo a hora do próximo post !
    Tenho certeza que as pessoas vão pirar com o relato da festeeinha do Brian !!! A parte do zíper eu quase morrí!
    Saudades de vc amigo querido.
    Bjooooo

    ResponderExcluir
  2. Olá!

    Conheci seu blog hoje e já adoreii! Amei o post rsrsr Mto divertido!

    Ansiosa pela continuação e já te seguindo!

    Beiijos

    http://diario-de-uma-consumista.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Doc.. a Kitty eh so minha amiga imaginária! a sra ainda eh a number one! E a parte do ziper na festecheenha foi devidamente omitida na versão que eu vou publicar! Não sou obrigado nean! vai que alguém mostra o meu blog pro Brian e alguém traduz pra ele.... rsrsrsrs

    Luh, volte sempreeee, krida!!!

    Bjsssss

    ResponderExcluir
  4. Como assim??? vc perdeu o bofe de vista? Tchau que eu vou pra parte 2

    ResponderExcluir